22/02/2019 19h42

A Administração Municipal de Divino de São Lourenço ampliou em cerca de 23% os repasses de recursos próprios para o convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí a partir de 2019

A Administração Municipal de Divino de São Lourenço ampliou em cerca de 23% os repasses de recursos próprios para o convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí a partir de 2019, garantindo maior acesso da população divinense à prestação de serviços de assistência médica, hospitalar e ambulatorial. O valor do contrato, que em 2018 era de R$ 154.077,00 mil anuais, saltou para R$ 200.510,40 mil em 2019, representando um aumento de 23,15%.
O convênio tem por objetivo o atendimento da população divinense nos serviços de urgência e emergência em cirurgia, urologia, pediatria, gastroenterologia, clínica médica, clínica cardiológica, obstétrica e ortopédica. Com o aumento, o valor repassado representará o maior investimento da história de Divino de São Lourenço na Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí, entidade filantrópica e sem fins lucrativos.
O Secretário Municipal de Saúde Osvaldo Figueiredo esclarece que o convênio é de grande importância para o município, pois possibilita o acesso aos atendimentos de urgência e emergência hospitalar 24 horas por dia, garantindo assim à população resolutividade e uma agilidade no atendimento. 
De acordo com o Prefeito Municipal Eleardo Brasil, o investimento em saúde é um dos objetivos do seu governo e o aumento do repasse à Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí vai garantir atendimento de qualidade à população divinense.  O prefeito sempre enfatizou que saúde pública é um grande desafio e responsabilidade com a comunidade. “A nossa meta é que todo cidadão e cidadã do município tenha atendimento digno e de qualidade”.
Eleardo fez questão de frisar que a população sempre foi muito bem atendida na Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí e na oportunidade faz uma menção especial: “Quero agradecer a toda a equipe de profissionais que cuidam muito bem dos pacientes aqui do nosso município”.